Calcinha De Algodão Para Gestantes

 

calcinha de algodão para gestantes

A escolha de uma lingerie, especialmente as calcinhas, que ficam em contato direto com a região íntima — deve ser feita com cuidado. É ótimo sentir-se sexy com aquela lingerie especial, mas também é importante levar em conta alguns critérios como conforto e segurança.

Durante a gestação e no período pós-parto, estágios em que as mudanças corporais ocorrem intensamente, essa preocupação deve ser ainda maior.

Você já deve ter ouvido falar que as calcinhas de algodão são as mais indicadas para todas as mulheres. Mas você sabe quais são as vantagens do uso de lingeries com esse tipo de material?

Continue lendo este artigo e descubra quais são essas vantagens e por que esse tipo de calcinha é o mais indicado para as futuras mamães. Confira!

Calcinhas de algodão são mais resistentes

Os tecidos confeccionados a partir de fibras naturais, especialmente as vegetais, como o algodão, são mais resistentes. As calcinhas, se forem lavadas corretamente, duram mais tempo e mantêm a aparência mais preservada, em relação às peças feitas com material sintético.

Além disso, esse tipo de tecido é bem mais flexível. Para as gestantes que passam por mudanças constantes no corpo, isso pode ser uma grande vantagem.

Oferecem mais conforto

Calcinhas de algodão são mais macias, confortáveis e têm o toque mais suave: são muito mais gostosas de vestir.

Para as futuras mamães, o conforto e o bem-estar passam a ser prioridades na escolha das lingeries. Durante a gestação, a mulher precisa se acostumar ao novo corpo e, quanto mais confortável ela estiver em suas roupas, mais fácil será essa adaptação.

Trazem mais benefícios à saúde da mulher

As calcinhas de algodão, ou com forro feito com esse material, são as mais recomendadas pelos ginecologistas — especialmente para mulheres gestantes e no pós-parto. Isso porque trazem mais benefícios para a saúde, em relação aos tecidos sintéticos. Entenda o porquê!

Permitem a passagem da transpiração

Durante a gestação, há um aumento significativo das secreções vaginais e, consequentemente, da umidade na região íntima.

Tecidos feitos a partir de fibras vegetais têm melhor capacidade de absorver líquidos, como o suor e os mucos vaginais. Dessa forma, a pele fica mais sequinha. Os tecidos sintéticos, ao contrário, impedem a transpiração e “abafam” a região.

Além disso, o algodão facilita a ventilação da região genital, evitando o superaquecimento do local e deixando a pele “respirar”.

Diminuem o risco de proliferação de micro-organismos

Locais úmidos e abafados são o paraíso para fungos e bactérias que, com a alteração do pH íntimo, multiplicam-se com facilidade. Essa multiplicação de micro-organismos é a grande causadora de infecções, que geram um aumento nos corrimentos e trazem muito desconforto.

Como já vimos, a calcinha de algodão deixa a região íntima menos úmida e abafada, o que acaba prevenindo essa proliferação de fungos e bactérias.

Irritam menos a mucosa da vagina

Calcinhas de material sintético são mais ásperas. As peças confeccionadas com algodão, ao contrário, têm o toque suave, irritam menos a pele e a mucosa da vagina e não provocam alergias.

As calcinhas de algodão são recomendadas para todas as mulheres, mas são essenciais para as futuras mamães. Isso porque com tantas mudanças no corpo, precisam de uma dose extra de conforto e cuidado com a saúde.

Gostou deste artigo? Curta a nossa página no Facebook e fique sabendo de todas as novidades!

ebook gratuito dica de lingerie gravidez confortável

Esse artigo te ajudou? Comente ou responda aqui.