É possível rebater os incômodos da gravidez?

rebater os incômodos da gravidez

Embora seja uma fase feliz e esperada na vida de muitas mulheres, a gravidez traz consigo alguns incômodos que exigirão jogo de cintura e paciência. O fato é que, mesmo grávidas, continuamos a realizar todas as atividades que realizávamos antes, com o diferencial de que agora há uma barriga a zelar. Embora não exista fórmula mágica para acabar com os incômodos da gravidez, há alguns truques e dicas para driblá-los.

Você precisa adaptar-se ao seu novo corpo (ainda que seja temporário) e buscar meios de sentir-se bem com ele. Pensando em ajudá-la, listamos abaixo algumas situações do dia a dia que não precisam deixar de ser prazerosas só porque você está grávida. Confira:

1. Dormindo como um anjo

No início da gravidez, você provavelmente sentirá muito sono. Passada essa fase e com o crescimento da barriga, as dificuldades para dormir tendem a aparecer. Além do volume (que impede de dormir de barriga para baixo, por exemplo), ainda há os chutes e movimentos do bebê que poderão te acordar.

As melhores posições para dormir incluem colocar um apoio na cabeça e outro nas costas e ficar quase sentada, ou, então deitar-se de lado, com um travesseiro sob a cabeça, outro embaixo da barriga e outro, ainda, entre as pernas.

2. Fazendo sexo

Você não precisa (e nem deve!) abdicar de sua vida sexual porque está grávida. A menos que o médico recomende, devido a riscos para o bebê, você e seu parceiro podem usar e abusar da criatividade para encontrar a melhor posição.

A preferência deve ser para aquelas nas quais você fica de costas para o seu parceiro ou onde os corpos não precisam ficar colados (que deixem “espaço” para a barriga).

3. Viajando com segurança

Gravidez não é doença e, caso o médico diga que não existem riscos, você tem todo o direito de curtir uma viagem nessa fase. Viagens longas de carro são permitidas, desde que você utilize o cinto de segurança de três pontos e pare sempre que sentir vontade de ir ao banheiro.

Viajar de avião também não é proibido, desde que o médico se certifique de que não há riscos. A partir do oitavo mês de gestação, algumas companhias aéreas exigem um documento que denote essa certificação. Escolher assentos nas primeiras filas (mais espaçosos), ou próximos ao toalete, ajudam a gestante a ter mais conforto durante o voo.

Vestir roupas confortáveis (inclusive as íntimas) também é uma dica que não deve ser ignorada. Já imaginou você sentada por muitas horas com aquele lingerie de renda? Melhor nem pensar não é? Portanto, conforto já!

                                    

4. Garantindo uma alimentação saudável

Evite alimentos estimulantes, como a cafeína que podem acentuar ainda mais a dificuldade para dormir. Gorduras e alimentos pesados demais também não devem ser ingeridos.

Outra dica importante para diminuir a azia, comum nessa fase, é alimentar-se, preferencialmente, a cada três horas, para que o estômago não permaneça vazio por muito tempo.

No mais, não se preocupe com os quilinhos a mais: acredite que você está linda e curta ao máximo essa fase tão rápida e tão gostosa.

Se você gostou das dicas para amenizar os incômodos da gravidez, não deixe de baixar o nosso e-book Guia da Gravidez Confortável — as dicas são imperdíveis!

Esse artigo te ajudou? Comente ou responda aqui.