Higiene Íntima: Evite Os Fungos Na Calcinha

Cuidar da higiene íntima na gravidez é mais que preciso

higiene intima na gravidez

Preocupações durante a gravidez devem ser evitadas. Isso porque, um misto de sentimentos não faz nada bem para mamãe e, principalmente, para o bebê.  Por isso, é preciso precaver certas surpresas. Cuidar da higiene íntima é uma delas. 

A Mari já está fazendo isso. Ela costuma se informar sobre o universo materno pela internet e precisa saber como evitar os  fungos na calcinha. Se você também tem esta mesma dúvida da nossa mamãe, te convido a conferir neste artigo com 4 dicas para caprichar na higienização. Vamos lá conferir?

1. Não compartilhe calcinhas

Primeira e mais importante regra da higiene íntima: JAMAIS empreste calcinhas e nem as tome emprestadas! Deixe que digam que você é egoísta por não querer emprestar aquela lingerie de renda. Sua prima simplesmente adorou, não é mesmo? Não se trata de egoísmo, mas, sim, de saúde.

Calcinhas ficam em contato direto com a transpiração e todas as secreções da vagina de quem as usa. Dessa forma, compartilhar essas secreções, definitivamente, não é uma boa ideia. Algumas doenças, como o HPV também podem ser transmitidas dessa forma. A mesma regra vale para biquínis ou qualquer peça que fique em contato direto com a sua vagina.

2. Nada de calcinhas penduradas no banheiro

Convenhamos que uma calcinha pendurada no banheiro é uma grande inimiga da higiene íntima. Além disso, não é nada elegante expor esse tipo de intimidade às suas visitas.

Você até pode lavar a peça no chuveiro, mas, depois, deve colocá-la para secar no varal. Só quando ela estiver bem seca é que você deve retirá-la de lá. Em dias chuvosos, passe a calcinha com o ferro bem quente. Só guarde quando estiver certa de que ela está bem seca.

Guardá-la antes que termine de secar ou deixá-la no banheiro gera um ambiente úmido. Os fungos adoram proliferar-se nessas condições.

3. Tecidos confortáveis são aliados da higiene íntima

Uma calcinha de renda ou um fio dental bem pequenininho são uma ótima pedida para aquela noite com o boy! Mas, vamos combinar que viver “apertando” as partes íntimas no dia a dia não dá!

Esses tecidos, bem como as peças justas demais impedem a transpiração. Além disso,  eles favorecem agentes causadores de doenças e infecções. Portanto, prefira as peças mais largas e de tecidos confortáveis para o dia a dia.

4. Use calcinha antifúngica

O que você faria se soubesse que já existe uma calcinha especial para evitar fungos? A boa notícia é que a peça já está no mercado. Ela é confeccionada a partir de uma cadeia de fios de cobre que eliminam os fungos e as bactérias.

Tudo isso sem abrir mão do conforto, é claro! É possível encontrar essa peça em modelo de calcinha básica e em tanga. Além disso, elas estão disponíveis nas cores azul marinho e chocolate!

Image Map

Estudos comprovam que o cobre é altamente eficaz no combate contra as bactérias e os fungos. Observe na imagem.

As partículas de cobre liberam íons que podem perfurar as membranas das bactérias. Isso destrói o seu RNA ou DNA, e pode destruir os de alguns vírus também.

Suas ações microbianas são alcançadas através da combinação do cobre com os peróxidos de hidrogênio. Algumas bactérias produzem esse último em seu metabolismo. Assim, tenha em mente que oferecemos sempre algo a mais que conforto e beleza! Nos preocupamos com a sua saúde e com o seu bem-estar!

Gostou das nossas dicas de higiene íntima? Aproveite para conhecer essa maravilhosa calcinha antifúngica!

ebook gratuito dica de lingerie gravidez confortável

Esse artigo te ajudou? Comente ou responda aqui.