LIGUE AGORA!
(22) 99750 2594
Carrinho0Item(s)

Seu carrinho está vazio :(

Product was successfully added to your shopping cart.

Mastite: Como evitar? Qual é o melhor tratamento?

Mastite: O que é?

mastite amamentação amamentar

Quem já teve mastite sabe, é uma dor quase insuportável!

Algumas situações da nossa rotina podem contribuir para ela acontecer.

Por exemplo: o bebê tem mais de 6 meses, já começou a ingerir outros alimentos além do leite materno e a demanda já não está tão grande quanto antes. Ou por algum motivo a mãe precisou estar longe do bebê e não conseguiu amamentar com frequência. Ou talvez você não teve tempo para retirar o leite das mamas... Tudo isso pode contribuir para a temida mastite surgir!

É assim: começou uma vermelhidão, o leite acumula, a mama parece que vai explodir e, mesmo com o bebê sugando, o peito não esvazia direito. Deu febre? Corre para o médico antes que isso aconteça, na primeira suspeita! A inflamação pode evoluir para abcesso e precisar até de cirurgia.

O que é?

Mastite é um processo infeccioso das glândulas mamárias que ocorre na fase da amamentação.

Apesar de todo incentivo ao aleitamento materno mesmo antes no pré-natal, na sala de parto e puerpério, existem dificuldades relacionadas ao dia a dia da amamentação que podem causar o desmame precoce, e a mastite é um desses problemas.

Vários desses problemas poderiam ser prevenidos se as mulheres fossem orientadas sobre as técnicas adequadas de amamentação e ordenha.

E, depois que a mastite aparece, por acreditarem que o leite da mama afetada fará mal ao bebê, muitas mulheres, quando não são adequadamente orientadas e apoiadas, desmamam precocemente seus filhos.

Pijama feminino Manga Longa em Malha

Você sabia?

Na verdade, manter a amamentação é super indicado, porque o leite materno é rico em anticorpos e fatores antibacterianos para o bebê. Além disso, as toxinas das bactérias quando são ingeridas, serão destruídas no tubo digestivo.

Já o desmame abrupto só irá piorar a situação, pois favorece o aumento da pausa do fluxo do leite com possível formação de abscesso, além de também poder gerar traumas psicológicos e fisiológicos para a mãe e o bebê.

short doll amamentação cetim


Quer receber conteúdos como esse? Faça parte de nossa Lista VIP

* campos obrigatórios


 

Qual seu período de gestação?


O que contribui para a mastite aparecer?

Entre os fatores prevalecem a fadiga, o estresse, fissuras nos mamilos, obstrução ductal e ingurgitamento mamário.conjunto amamentação em renda pretoMamadas com horários regulados, redução súbita no número de mamadas, uso de chupetas e/ou mamadeiras, o não esvaziamento completo das mamas, produção excessiva de leite e a separação entre mãe e bebê são alguns fatores que favorecem o aparecimento da mastite.

camisola amamentação em malha

Seus sintomas podem ser febre, mal-estar geral e, por causa do desconforto e dor, pode causar desmame precoce.

Short-Doll Amamentação em Malha

Quando não tratada precocemente, a mastite pode evoluir para abscesso.

Como fugir da mastite?

É um cuidado constante, e o jeito é amamentar em livre demanda. Não deu? Não pode deixar o leite acumular na mama. Precisou estar fora de casa durante muito tempo? Reitre o leite em todas as oportunidades que você tiver, e esteja preparada com as roupas certas para essa necessidade.

sutiã amamentação renda

Um sutiã cropped em renda como esse da foto por exemplo é próprio para amamentação, e você pode usar perfeitamente quando precisar sair de casa.

Outra dica é a camiseta de amamentação: ela sozinha já te deixa super arrumada, dispensa uso do sutiã de amamentação, e a mamãe fica a vontade para retirar o leite fora de casa sem precisar expor a barriga ou ter que combinar várias roupas. Por esse motivo, são ideais para usar em dias mais quentes. Clique aqui para ver vários modelos de camisetas de amamentação!

camiseta amamentação amamentar bebê

Já aconteceu! O que fazer?

massagem mastite leite empedrado

As formas de tratar a mastite é a massagem, seguida de ordenha. Você também pode fazer a aplicação de calor e frio no local: compressas mornas para ajudar na liberação do leite, e compressas frias depois ou durante os intervalos das mamadas para diminuir a dor.robe malha cinza

Aumento de ingestão de líquidos e repouso. A massagem irá facilitar a fluidez do leite acumulado no interior da mama, além de estimular a ocitocina que é necessária para o reflexo de ejeção do leite.

Pode ser necessário também o uso de analgésicos, antitérmicos e antibióticos.

Não deixe para depois, corra para o seu médico na primeira suspeita! E lembre-se: seguir amamentando o bebê em livre demanda é o segredo para evitar a mastite e também uma importante forma de tratar.

Fonte: Scielo e Ministério da Saúde.

manual completo amamentação eficaz grátis

Gostou das dicas? Clique aqui para ver o passo a passo sobre o que fazer em caso de leite empedrado! Para ler mais dicas sobre amamentação, clique aqui!

Deixe uma resposta