Manter a chama acesa na gravidez é essencial

relacionamento na gravidez

A gestação é um momento único na vida das mães e dos pais, mas também um período que vem acompanhado de muitas dúvidas e tabus, por exemplo, questões relacionadas ao relacionamento na gravidez e à vida sexual do casal podem ficar um pouco de lado durante essa fase.

Para manter o companheirismo e a cumplicidade entre o casal é importante estimular frequentemente a intimidade e o prazer sexual. Muitas vezes, com a chegada de um bebê, os parceiros ficam focados em desempenhar seus novos papéis e se esquecem do amor e da paixão que os une — e, por consequência, a parte sexual fica de lado.

Continue a leitura para conferir algumas dicas para garantir que a chama da relação continue acesa. Entenda também a importância de manter a sensualidade e a vida sexual ativa mesmo durante o período de gravidez.

1. Aproveite a aproximação que ocorrerá

Mesmo que vocês já sejam muito próximos e íntimos, um filho sempre une ainda mais o casal. Quando já existe um bom relacionamento, o surgimento de uma nova vida transforma essa relação, incentivando a parceria e a união.

Para deixar o relacionamento na gravidez ainda mais intenso, aproveite esse momento — vocês provavelmente estão com as mesmas dúvidas e incertezas, além da comum ansiedade e da felicidade — para se aproximar do parceiro ou da parceira.

Abra seus sentimentos e permita-se a admirar a pessoa ao seu lado. Depois de uma conversa, faça um jantar, use uma roupa especial ou dê algo que o parceiro goste — pode ser simples, o objetivo é mostrar que você se importa. Isso pode servir para reforçar o companheirismo e tirar um pouco o foco da gravidez.

2. Tenha em mente que a vida sexual será diferente, mas não precisa ser nula

Evitar relações sexuais durante a gravidez é surpreendentemente comum entre muitas mulheres e homens que julgam o ato como inconveniente para essa fase. Entretanto, é essencial que o relacionamento na gravidez se mantenha ativo e que o sexo se faça presente. Afinal, é comum e saudável ter desejos durante essa fase.

Para isso, tentem conversar abertamente sobre o assunto. Tirem suas dúvidas, digam seus desejos e experimentem posições confortáveis. Ocasionalmente, proponham uma noite romântica para tirar o foco da barriga e do bebê e dar atenção especial às sensações e aos sentimentos que uma pessoa provoca na outra.

3. Relembre a forma como vocês se apaixonaram

Relembrar bons sentimentos traz um conforto para o coração e nos faz repensar em algumas atitudes impulsivas que acabamos tendo com o parceiro na correria do dia a dia.

Se o casal estiver um pouco afastado ou desgastado, é importante fazer um exercício: conversem sobre as características que mais marcaram um ao outro quando se conheceram e lembrem-se como foi o momento em que vocês se apaixonaram e começaram a se desejar.

Boas lembranças são sempre bem-vindas para manter a paixão e o respeito entre o casal.

4. Realize seus desejos

As mulheres grávidas comumente apresentam uma mistura de hormônios, que pode deixar o apetite sexual mais aguçado. Se esse for o seu caso, agora é um ótimo momento para realizar desejos sexuais de ambos.

Fazer algo diferente, usar lingeries e fantasias, ou inventar novas brincadeiras são atos que podem tirar um pouco a ansiedade que o momento causa e trazer ainda mais intimidade para a vida a dois.

5. O relacionamento na gravidez necessita de dedicação de ambos os lados

Para que a intimidade e o companheirismo possam ser mantidos — ou, quem sabe, até mesmo aumentar. Para que um casal possa dar início a uma família unida, é preciso que todos os aspectos do relacionamento estejam alinhados, desde os sentimentais até os sexuais.

Gostou das dicas? Aproveite a visita para curtir nossa página no Facebook e ficar por dentro de mais conteúdo relevante!

Esse artigo te ajudou? Comente ou responda aqui.