Viagens Para Grávidas: Fiquem Atentas Às Nossas Dicas Imperdíveis

O médico deve ser consultado sobre possíveis viagens para grávidas

Camila está esperando o seu primeiro filho e tem dúvidas sobre os cuidados de viagens para grávidas, especialmente agora que já entrou no sexto mês. Preocupada com o cansaço, possíveis complicações durante o percurso e constantes incômodos da gravidez, ela nega convites e cancela passeios longos.

O que ela não sabe é que é, sim, possível viajar com tranquilidade e conforto, mesmo durante o período de gestação. Basta seguir alguns cuidados e, principalmente, respeitar os sinais que o corpo transmite.

Se você se encontra na mesma situação que Camila, fique animada! Neste post, você vai descobrir como passear de avião, ônibus ou de carro mesmo com o barrigão. Curiosa? Então acompanhe:

Priorize seu bem-estar

Para manter o seu bom humor e a energia em dia, não vá além dos seus limites. Se você já está com a gravidez mais avançada e se sente muito cansada, evite percursos muito longos.

A gestação não impede ninguém de se divertir ou de passear, mas você precisa preservar seu corpo para não se sentir exausta — é preciso ter em mente que, com o barrigão, o fôlego não é o mesmo.

Por isso, sempre que sentir necessidade, seja durante o deslocamento ou nas atividades e passeios, sente-se um pouco, beba água e, somente quando se sentir mais disposta, continue.

Também é bom viajar com roupas confortáveis que deixem você à vontade. Não tem coisa pior que ficar um longo tempo com peças que apertam, não é? Algumas opções são calças de moletom, leggings e camisas fresquinhas.

 

Cuide da alimentação

 

A alimentação é uma das prioridades da gestação, tanto pela saúde da mãe quanto para o desenvolvimento do bebê. Nesse sentido, é fundamental se planejar para não ficar com fome.

Tente fazer refeições saudáveis mesmo longe de casa e, durante o trajeto, carregue com você lanchinhos nutritivos, como sanduíches naturais e frutas.

Manter-se hidratada é outra preocupação que não pode sair da sua cabeça. Esteja sempre com uma garrafinha de água fresca por perto. Esses cuidados também são úteis para minimizar incômodos como azia, tonturas e enjoos.

Vá ao banheiro com frequência

Uma das principais preocupações nas viagens para grávidas tem que ser com a frequência de idas ao banheiro. Nunca, em hipótese alguma, fique segurando o xixi — se estiver de carro, aproveite todas as paradas; se estiver de ônibus ou avião, use o banheiro sempre que precisar.

Para evitar imprevistos, ande com um papel higiênico na bolsa, gel bactericida para as mãos e evite o contato direto da pele com privadas que não estejam bem higienizadas. Durante a gestação, as mulheres ficam mais suscetíveis a infecções do trato urinário, por isso, todo cuidado é pouco!

Outra dica é usar calcinhas de algodão, porque elas facilitam a transpiração da área íntima, irritam menos a mucosa vaginal e são mais confortáveis.

Pense em suas pernas e pés

As varizes e cãibras na gravidez são bastante comuns, especialmente nos últimos meses. Esses problemas podem ser agravados durante longos períodos sentada.

Assim, aproveite todas as oportunidades que tiver para levantar e movimentar as pernas um pouco. Também é bom viajar com sapatos confortáveis — sapatilhas, tênis e chinelos são boas opções para enfrentar trajetos longos.

Se estiver de ônibus, escolha os assentos da frente, que costumam ser mais espaçosos e, se possível, sente-se no corredor para facilitar o deslocamento.

Siga as orientações do seu médico

Por último, converse sempre com seu médico para se certificar de que não há riscos para você ou para o bebê. Atenção especialmente ao tempo de gravidez: a partir da 32ª semana, companhias aéreas só permitem que a gestante viaje acompanhada do seu médico.

Para passeios de carro, confirme com seu obstetra se você está liberada. Se tudo estiver correndo bem durante a gravidez, provavelmente você poderá viajar até mesmo nos últimos meses.

Pronto! Agora você sabe que as viagens para grávidas não são nenhum mistério. Seguindo essas dicas, dá para passear tranquilamente e sem imprevistos. O mais importante é ter bom senso para respeitar o seu ritmo, portanto: se estiver cansada, pare e descanse antes de continuar o percurso, tudo bem?

Você tem mais alguma dica para as outras mamães? Deixe nos comentários!

Esse artigo te ajudou? Comente ou responda aqui.